Joana Reis

Joana Correia Reis


A Ti Joana foi uma reguengueira analfabeta que suportou e aceitou com muita coragem uma vida recheada de dureza.


E, como era divertido ouvi-la contar a sua visão do mundo, das coisas que a rodeavam, sempre com muita piada e vivacidade, com muito realismo e bastante brejeirice.


Do muito que versejou, porque o seu forte era o improviso, pouco ficou escrito.


Faleceu com oitenta e muitos anos, no Lar de Nª S ª do Fetal onde passou os últimos tempos.



Aos Emigrantes


Para todos os emigrantes

Desejo felicidades

Já que não os posso ter

Um abraço de saudade


Peço que não esqueçam

A nossa terra natal

E, tragam no pensamento

A Senhora do Fetal