Morcela de Sangue

MORCELA DE SANGUE

Morcelas de arroz – A Alta Extremadura é a região poe excelência das morcelas de arroz, existindo aproximadamente 20 tipos diferentes.

No Concelho da Batalha são confecionadas diferentes tipos de morcelas. Na sede do Concelho são características as morcelas com sangue e pouco arroz, enquanto que, na Localidade de Reguengo do Fetal existem dois tipos de morcelas bem diferentes: uma feita com sangue e outra denominada “branca ou de vinha d´alhos” uma vez que não tem sangue na sua confeção.

Morcela de Sangue

Receita cedida por Irene Vala, Garruchas – Reguengo do Fetal


Ingredientes:

2 Kg de carne magra de porco (carne entremeada da ponta da costela)

1 Pedaço de lençol ou de rissol, gordura

1 Litro de sangue de porco (+ ou -)

3 Cebolas grandes, 1 raminho de Salsa, Alho, Colorau doce, sal, 50 gr de cominhos, Pimenta ou piripiri a gosto

1 Kg de Arroz de boa qualidade


Modo de preparar:

Cortam-se a carne e a gordura, muito miúdas para um recipiente, picam-se a cebola, a salsa e os alhos e mistura-se tudo muito bem. Junta-se o sangue, o sal e os temperos.

Põe-se um tacho ao lume com pouca água e quando levantar fervura põe-se p arroz a cozer. Quando estiver meio cozido tira-se do lume e coloca-se no alguidar. Junta-se também um pouco de água.

Mistura-se tudo muito bem mexendo com a mão e provando. Caso seja necessário retificam-se os temperos. Depois das tripas bem lavadas enchem-se e atam-se com uma guita. Levam-se a cozer numa panela grande com muita água. Vão-se picando as tripas, com uma agulha grande e quando já não deitarem líquido é sinal de que estão cozinhadas e prontas a comer.