Noémia Cerejo

Noémia Cerejo


Natural das Alcanadas distribui o seu tempo pelas lides domésticas, trabalhos agrícolas.


De vez em quando fazia versos, como este à direita.


Capela de S. Mateus


Estamos muito contentes

Da capela recuperar

Ao contrário de alguns

Que a queriam arrasar


Repare-se bem neste altar

A beleza que ele tem

E a pia de água benta

Reparem nisto bem


São coisas muito antigas

Que gosto de recordar

A pia da sacristia

Para o padre as mãos lavar


Vamos todos ajudar

Isto é para o nosso bem

É um património histórico

Que a nossa terra tem